Fundamentos de Big Data: Analytics



olá esta é uma aula sobre analytics essa obra faz parte de um programa sobre fundamentos de big data onde possui quatro aulas uma sobre big data outra sobre bancos de dados do sql esta sobre analytics e uma quarta sobre projetos de big data bom vamos começar a conceituar analytics então ali são softwares para fazer análises avançadas de dados para escrever nem eventos obter em sites para descoberta de fatos realizar simulações e construção de modelos matemáticos para descrever funções físicas e comportamentos é das pessoas né principalmente dos consumidores agora tudo isso depende da coleta dos dados e aí é que vem a importância do que nós chamamos de e tl tech ex troca de transformar este load coletar transformar e carregar então essa talvez seja uma das partes mais importantes né do processo porque você precisa ter dados de qualidade para fazer as análises aqui você pode pegar informações de várias fontes como por exemplo do facebook do twitter de dados corporativos de internet afluentes dados públicos enfim uma série de dados bom o importante também quando nós estamos trabalhando né com análises é trabalhar na visualização desses dados porque é muito importante a forma como você coloca essas informações até mesmo por aqui o nosso cérebro tem uma compreensão melhor desses resultados na então isso permite uma percepção melhor né de características que muitas vezes você não consegue enxergá las simplesmente vendo números importante também é desenvolver dez piores ou seja o painéis onde você consegue colocar uma série de informações juntas aí você vendo essas informações você consegue ter insights importantes né desses dez pontos que você consiga personalizá-los você tem tudo isso no mesmo lugar você consegue fazer do rio dalva você consegue navegar não é pra detalhes e você consegue fazer interpretações e intuitivas disso é bom uma das análises que nós podemos fazer em analytics é simplesmente uma análise descritiva é aquela análise é onde você pega os dados já existentes e você então sul marisa você analisa o comportamento desses dados desses dados com algumas medidas nessa de variabilidade e dispersão por exemplo o bacana do big data é que você pode trazer trabalhando agora com grandes volumes de dados o que no passado não era possível existe o que nós chamamos de análise diagnóstica que aquelas análises avançadas de dados para que você consiga chegar na raiz do problema aconteceu um problema porque aconteceu esse problema então está muito ligado às questões de qualidade até nós temos a sete ferramentas gerenciais de qualidade aonde nós temos uma série de diagramas nas matrizes na que nos ajudam a diagnosticar a causa raiz dos problemas bom a análise preditiva é aquela análise então onde nós conseguimos fazer previsões de alguns eventos ainda desconhecidos então nós temos um ciclo para fazer isso que a definição do projeto a coleta do dado a análise das estatísticas a modelagem o desenvolvimento e também podemos colocar aqui a monitoração desse ambiente porque isso serve para um monte de coisas por exemplo na área de crm para saber porque os clientes estão abandonando por exemplo as nossas lojas nossos produtos existem vários softwares que são frio aires ou seja você pode baixá los diretamente da internet para fazer essa análises avançadas de dados então é igual a r nós temos aqui ano nós temos vários é é software livres que permitem isso é claro que você precisa construir infraestrutura de hardware é de big data pra ter acesso a essas informações bom existe análise prescritiva hupaa ela não é muito utilizada mas é aquela que eu acredito que no futuro será mas é aquela que nos leva a determinar qual é o melhor caminho para resolver um problema não adianta apenas você identificar um evento futuro uma probabilidade de ocorrência de um evento futuro você precisa saber qual é o melhor caminho para evitar isso faz análise princípio nós temos também os machine lane é isso cada vez mais nós estamos utilizando a inteligência artificial para uma série de aplicações então esses aprendizados de máquinas são muito semelhantes à a parte de mineração de dados e também pra você buscar padrões para que você possa desenvolver mais impossíveis é o facebook não é a onde a partir dos links que você é da em determinados fins ele se auto configura prática oferecer mais informações sobre aquele amigo sobre aquele assunto pessoal convidar vocês na a visitarem o site fagundes pontocom na sessão de perguntas e respostas lá eu respondo as perguntas é nós estamos criando um grupo de discussão sobre big data um abraço

Be First to Comment

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *